A História do Caaró

Roque Gonzales de Santa Cruz, (Assunção, 1576 — Caibaté, 15 de novembro de 1628) foi um religioso natural do Paraguai que entrou na história do Brasil meridional ao tentar disseminar a religião católica entre os povos originais das terras do oeste do Rio Grande do Sul, juntamente com o Pe. Afonso Rodriguez e Pe. João del Castilhos no 1º Ciclo Missioneiro, tiveram seu martírio  em 1928, ocorrido em território onde hoje é a Região das Missões – RS, quando ainda fundavam o 5º Povoado que seria em homenagem a “Todos os Santos do Caaró”.

No local foi construído o Santuário do Caaró, sua capela erguida no ano de 1936, em homenagem a morte dos Santos Mártires das Missões.

Os três padres foram beatificados em 1934, pelo Papa Pio XI os declarando como Santos Mártires das Missões, e no dia 16 de maio de 1988, o Papa João Paulo II canonizou-os, declarando-os Santos oficialmente.

Atualmente, o Santuário do Caaró  recebe turistas do mundo inteiro devido sua importância histórica e também é local de procissões onde pessoas buscam na fé e na crença aos Santos Mártires do Caaró a cura de doenças, devido aos relatos de pessoas que milagrosamente se curaram, principalmente de câncer, um dos motivos que levou a canonização dos Santos.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on email
Email
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on linkedin
LinkedIn

Deixe uma resposta